Um Renque de Árvores

Print Friendly, PDF & Email

Um Renque de Árvores (Alberto Caeiro)
De O Guardador de Rebanhos

Um renque de árvores lá longe, lá para a encosta.
Mas o que é um renque de árvores? Há árvores apenas.
Renque e o plural árvores não são cousas, são nomes.
Tristes das almas humanas, que põem tudo em ordem,
Que traçam linhas de cousa a cousa,
Que põem letreiros com nomes nas árvores absolutamente reais,
E desenham paralelos de latitude e longitude
Sobre a própria terra inocente e mais verde e florida do que isso!

Publicações relacionadas

A um legista A um legista(Machado de Assis) Tu foges à cidade? Feliz amigo! Vão Contig...
Haicai Haicai (Paulo Leminski) a estrela cadente me caiu ainda quente na palma d...
Romance de la guardia civil es... Romance de la guardia civil española (Federico Garcia Lorca) ...
Soneto da separação Soneto da separação (Vinicius de Moraes De repente do riso fez-se o pranto ...

Deixe uma resposta