Canção Boba

Print Friendly, PDF & Email

Canção Boba (Federico Garcia Lorca)

Tradução de José Paulo Paes

Mamãe,
Eu quero ser de prata.

Filho,
Terás muito frio.

Mamãe,
Eu quero ser de água.

Filho,
terás muito frio.

Mamãe,
Borda-me em tua almofada.

Isso sim!
Agora mesmo!

Publicações relacionadas

Adivinhações Adivinhações (Nicolás Guillén) D...
Perguntas ao acaso (2) Perguntas ao acaso (2) (Mario Benedetti) Do ...
Boêmios Boêmios (Álvares de Azevedo) Ato de uma comédia não escrita ...
Fausto – Parte I (1806) ... Fausto - Parte I (1806) - resumo (Johann Wofgang von Goethe) A sede de onipot...

Deixe uma resposta