Encruzilhada

Print Friendly, PDF & Email

Encruzilhada (Federico Garcia Lorca)

Tradução de Fernando Correia da Silva

Vento do Leste;
uma lanterna
e um punhal
no coração.

A rua
possui um tremor
de corda tensa,
um tremor
de moscardo.

Em todos os lados
eu
vejo o punhal
no coração.

Publicações relacionadas

Os Pastores de Virgílio Os Pastores de Virgílio (Alberto Caeiro) ...
Balõezinhos Balõezinhos (Manuel Bandeira) Na feira do arrabaldezinho Um homem loquaz apr...
Perdoa-me, Visão dos meus Amor... Perdoa-me, Visão dos meus Amores (Alvares Azevedo) Perdoa-me, visão dos meus ...
O que diz a morte O que diz a morte (Antero de Quental) Deixai-os vir a mim, os que lidaram; D...

Deixe uma resposta