Cogitação

Print Friendly, PDF & Email

Cogitação (Cruz e Souza)

Ah! mas então tudo será baldado?!
Tudo desfeito e tudo consumido?!
No Ergástulo d’ergástulos perdido
Tanto desejo e sonho soluçado?!

Tudo se abismará desesperado,
Do desespero do Viver batido,
Na convulsão de um único Gemido
Nas entranhas da Terra concentrado?!

nas espirais tremendas dos suspiros
A alma congelará nos grandes giros,
Ratejará e rugirá rolando?!

Ou entre estranhas sensações sombrias,
Melancolias e melancolias,
No eixo da alma de Hamlet irá girando?!

Publicações relacionadas

Página branca Página branca (Arnaldo Antunes) O inverno é eterno no pólo norte. Os dias d...
Deste castigo fatal Deste castigo fatal (Gregório de Matos) Deste castigo fatal, q...
Inconstância dos bens do mundo... Inconstância dos bens do mundo (Gregório de Matos) Nasce o Sol, e não dura ma...
A privada A privada (Bertold Brecht) É um lugar onde nos sentimos bem Tendo acima as e...

Deixe uma resposta