Escreve-Me …

Print Friendly, PDF & Email

Escreve-Me … (Florbela Espanca)

Escreve-me! Ainda que seja só
Uma palavra, uma palavra apenas,
Suave como o teu nome e casta
Como um perfume casto d’açucenas!

Escreve-me!Há tanto,há tanto tempo
Que te não vejo, amor!Meu coração
Morreu já,e no mundo aos pobres mortos
Ninguém nega uma frase d’oração!

“Amo-te!”Cinco letras pequeninas,
Folhas leves e tenras de boninas,
Um poema d’amor e felicidade!

Não queres mandar-me esta palavra apenas?
Olha, manda então…brandas…serenas…
Cinco pétalas roxas de saudade…

Eu chego então à janela:
E fico a olhar para a lua…
E fico a chorar com ela! …

Publicações relacionadas

A blusa amarela A blusa amarela (Vladmir Maiakowski) Do veludo de minha voz Umas calças pret...
Uma Gargalhada Uma Gargalhada (Alberto Caeiro) Uma Gargalhada de rapariga soa do ar da es...
Ensinamento Ensinamento (Adélia Prado) Minha mãe achava estudo a coisa mais fina do mund...
A meretriz A meretriz (Augusto dos Anjos) A rua dos destinos desgraçados Faz medo. O Ví...

Deixe uma resposta