Se Eu Pudesse

Print Friendly, PDF & Email

Se Eu Pudesse (Alberto Caeiro)

De O Guardador de Rebanhos

Se eu pudesse trincar a terra toda
E sentir-lhe uma paladar,
Seria mais feliz um momento …
Mas eu nem sempre quero ser feliz.
É preciso ser de vez em quando infeliz
Para se poder ser natural…
Nem tudo é dias de sol,
E a chuva, quando falta muito, pede-se.
Por isso tomo a infelicidade com a felicidade
Naturalmente, como quem não estranha
Que haja montanhas e planícies
E que haja rochedos e erva …

O que é preciso é ser-se natural e calmo
Na felicidade ou na infelicidade,
Sentir como quem olha,
Pensar como quem anda,
E quando se vai morrer, lembrar-se de que o dia morre,
E que o poente é belo e é bela a noite que fica…
Assim é e assim seja …

Publicações relacionadas

Hino à Dor Hino à Dor (Augusto dos Anjos) Dor, saúde dos seres que se fanam, Riqueza da...
Se minhas mãos pudessem desfol... Se minhas mãos pudessem desfolhar (Federico Garcia Lorca) ...
Uma mulher espera por mim Uma mulher espera por mim (Walt Whitman) Uma mulher espera por mim, nela tudo...
Judia Judia (Cruz e Souza) Ah! Judia! Judia impenitente! De erma e de t...

Deixe uma resposta