Cana-do-brejo

Costus spicatus


Nome científico: Costus spicatus (Jacq.) Sw.
Nomes Populares: Cana-do-Brejo, cana-de-macaco, Cana-do-mato, Cana-roxa, Jacuacanga, Paco-catinga, Paco-caatinga, Periná, Ubacaiá, Canarana, Cana-roxa-do-brejo, Flor-da-paixão, indianhead ginger (inglês), costos (espanhol), coste e amome velu pétiolé (francês).
Família: Costaceae
Na Amazônia, a cana-do-brejo é utilizada como é depurativa e diurética, auxiliando no tratamento de infecções urinárias e na eliminação de pedras nos rins. Quando utilizada em através de infusão, tem propriedades diuréticas, febrífugas e emagrecedoras. O rizoma da cana-do-brejo é diaforético, emoliente, tônico, diurético, emenagogo, antilítica e anti-sifilítica. O suco das hastes é tônico, diaforético, emenagogo e depurativo. As hastes também possuem ácido oxálico. O rizoma tem um aroma parecido com a violeta e o suco desse rizoma é um pouco ácido e mucilaginoso, sendo aproveitado como refresco.
Sinonímia: Alpinia spicata Jacq.; Amomum petiolatum Lam.; Costus cylindricus Jacq.; Costus micranthus, Costus conicus Stokes Gagnep, Costus quartus Roem. & Schult.
Etimologia: O elemento “cana” é uma referência a sua haste longa e rígida. “Cana-roxa” é uma alusão às suas brácteas roxas. “Jacuacanga” é originário do termo tupi yakua?kãg, que significa “cabeça de jacu”. “Paco-catinga” e “paco-caatinga” são originários do termo tupi pako*wa ka*tinga. “Periná” se originou do termo tupi peri?ná.
Características: Caracteriza-se por ser uma planta perene, rizomatosa, não ramificada, ereta.
Porte: Pode atingir 2 m de altura1.


Constituintes químicos: ácido oxálico, ácidos orgânicos, matérias aromáticas, magnésio, mucilagens, pectina, óleo essencial, resinas, sapogeninas, saponinas, sisterol, substâncias albuminóides, taninos.
Propriedades medicinais: adstringente, antileucorréica, antimicrobiana, antiinflamatório, anti-sifilítica, antilítica, depurativo, diurético, diaforético, emenagoga, emoliente, febrífugo, sudorífera, tônico.
Indicações: amenorréia, arterioesclerose, bexiga, blenorragia, cálculo renal, cancro, catarro da cistite, contração, corrimentos gonocócicos, distúrbio menstrual, doenças venérias, dor nas costas, dor reumática, dores e dificuldade de urinar, gonorréia, hérnia, hidropsia, inchaço, inflamação, inflamações da uretra, leucorréia, mucosidade da bexiga, nefrite, rins, tornozelo inchado, uretrite, úlcera, vias urinárias.
Parte utilizada: rizoma, folhas, casca e hastes.
Contra-indicações/cuidados: durante a gravidez e lactação, só com orientação médica2.


A cana-do-brejo é uma PANC incrível, pois suas folhas são comestíveis, acídulas, delicioso para um suco verde, para ser preparada com outras folhagens em saladas, e suas flores, “pétalas” cor de rosa também são comestíveis, azedas, e podem ser consumidas em saladas, serem usadas em geléias, mousses…
Ela é bem mais conhecida como planta medicinal, seus rizomas e folhas, em forma de chá para cálculos renais. Segundo o site Plantamed a qual recorro sempre para minhas pesquisas sobre usos medicinais, o chá em infuso ou decocto de suas folhas combate dores, cálculos renais, febre e dificuldades em urinar. Logo abaixo deixarei o link para consulta deste site, pois há informações de usos, pois é usada para gonorréia, inchaço, hidropsia, cistite, etc. As plantas medicinais possuem substâncias tóxicas, motivo pela qual se recomenda uso moderado e por um período que não exceda a 21 dias dependendo do caso e suspender o uso e retornar posteriormente ou utilizar outra planta em substituição.
A palavra canarana significa falsa cana, já que em línguas indígenas o sufixo RANA ou RAMA quer dizer falso ou parecido com, como no caso da caferana, falso café.
É uma planta como diz o nome gosta muito de brejo, mas a cana-do-brejo é bem resistente, sendo bem adaptada em vasos grandes.3.



EXEMPLAR PLANTADO NO CÓRREGO:
Foto em


Fontes:
1https://www.tudosobreplantas.com.br/
2http://www.plantamed.com.br
3http://saboresdomato.blogspot.com


Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *