Pata-de-vaca-branca

Bauhinia forficata


Nome científico:Bauhinia forficata
Nome Popular: Pata-de-vaca, Casco-de-vaca, Pata-de-boi, Pata-de-vaca-branca, Unha-de-boi, Unha-de-vaca, Miroró, Mororó, Mororó-de-espinho
Família: Fabaceae
Uso: Conhecida popularmente como pata-de-vaca, ganhou fama por ter em suas folhas compostos químicos como os heterosídeos e os alcalóides, que ajudam a controlar as taxas de glicose. Seu uso é predominante nos diabéticos não dependentes de insulina. É uma das 71 plantas selecionadas pelo Ministério da Saúde como de interesse ao SUS. É utilizada na medicina popular como hipoglicemiante (antidiabética), purgativa, diurética, antidiarréica, depurativa e tônica renal. Possui a propriedade peculiar de reduzir a excreção de urina, nos casos de poliúria ou urina solta, além de impedir o aparecimento de açúcar na urina, regularizando a glicemia sangüínea, sobretudo da Diabetes melittus. É também indicada contra moléstias da pele, hipertensão, úlceras, ácido úrico, problemas da coluna, afecções vesicais, dores nas costas, prisão de ventre e elefantíase. Possui propriedades mucilaginosas e adstringentes, sendo usada como resolutiva.
Sinonímia; Bauhinia aculeata Vell., Bauhinia brasiliensis Vogel, Bauhinia breviloba Benth, Bauhinia forficata var. latifolia Benth, Bauhinia longiflora (Bong) Benth, Pauletia forficata var. latifolia Benth, Pauletia forficata var. longiflora (D. Dietr) A. Schmitz e Pauletia longiflora Bong.
Características: Decídua, grande ou arbórea, perene.
Porte: Atinge até 8m de altura
Caule: Tem ramos frágeis, pendulares, glabros ou pubescente, com acúleos gêmeos na axila foliar. Acúleos quase sempre gêmeos, ora uniformemente retos, ora ligeiramente curvos para dentro, finos, ou grossos.
Folhas: Folhas compostas de dois folíolos soldados (simulando uma folha simples, em forma de “pata”), com 812 cm de comprimento por até 6 cm de largura, alternas, limbo liso e brilhante na face superior, com glândulas na base.
Flores: Flores axilares ou terminais, brancas. Fruto tipo legume, linear, medindo 15 a 25cm de comprimento por 2cm de largura.
Frutos: O fruto abre-se em 2 partes e contém deiscência elástica.
Sementes: Autocórica – o fruto apresenta deiscência explosiva, sendo que as sementes são lançadas a grandes distâncias quando os frutos alcançam seu ponto ideal de maturação.
Taxa de germinação alta, até 91%, com quebra de dormência.
Raízes: Superficial1

Bauhinia forficata é uma espécie nativa da América do Sul, a qual possui distribuição na Argentina, Paraguai, Uruguai, Bolívia e Brasil, sendo que no Brasil, se distribui nos Estados de Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo (Vaz & Tozzi 2005)
2

EXEMPLAR PLANTADO NO CÓRREGO:
Foto em


Fontes:
1https://https://www.tudosobreplantas.com.br/
2LUSA, Makeli Garibotti; BONA, Cleusa. Análise morfoanatômica comparativa da folha de Bauhinia forficata Link e B. variegata Linn. (Leguminosae, Caesalpinioideae). Acta Bot. Bras., São Paulo , v. 23, n. 1, p. 196-211, Mar. 2009 . Available from . access on 22 Oct. 2019. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-33062009000100022


Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *