Embaúba

Cecropia pachystachya


Nome popular: Embaúba
Nome científico: Cecropia spp
Exigência por fertilidade: baixa-média
Ciclo de vida: perene
Estrato: emergente
Boa produtora de biomassa: não
Alimento humano: não
Atração de fauna e polinizadores: sim
Forrageira: não
Potencial madeireiro: não
Potencial Medicinal: sim
Potencial de renda e mercado: não
Ocorrência predominante/ bioma indicado: Cerrado


Embaúba é a designação comum de várias espécies de árvores, principalmente do gênero Cecropia.
Etimologia: “Embaúba”, “embaúva”, “imbaúba”, “imbaúva”, “umbaúba”, “umbaúva”, “ambaúba”, “embaíba” e “imbaíba” originam-se do termo tupi ãba’ib, que significa “árvore oca”.
Descrição:São árvores de tronco oco, suas folhas são divididas em 9 a 10 lóbulos com a parte inferior branca, seus frutos são pontiagudos. Pode chegar a quinze metros de altura. Pertence ao estrato das plantas pioneiras da mata atlântica.

As embaúbas são leves, pouco exigentes quanto a solo e muito comuns em áreas desmatadas em recuperação. Possuem frutos atrativos a várias espécies de aves. São capazes de se dispersarem rapidamente. Como possuem caule e ramos ocos, vivem em simbiose com formigas, especialmente as do gênero Azteca, que habitam o seu interior e que as protegem de animais herbívoros – daí os nomes castelhanos para a planta: hormigo ou hormiguillo, numa referência a hormiga (“formiga”). Os índios utilizavam a madeira da raiz para fazer fogo por fricção com outra madeira dura.1


A Embaúba-prateada (Cecropia hololeuca) é uma árvore da familia Urticaceae, também conhecida como embaúva-preta, embaúba-branca e embaúva-branca.
Características
Esta espécie tem tamanho médio (gira em torno de 6 a 12 metros de altura, com tronco de 20 a 30 centímetros de diâmetro). Suas folhas são peltadas (em forma de escudo).

Difícil não notar essa árvore nas matas. O tom prateado de suas folhas é o que mais se sobressai em meio ao verde. Por isso mesmo, tem forte aplicação no paisagismo, em função de sua beleza exótica.

Quanto à qualidade de sua madeira, é macia e de baixa resistência. Ou seja, pode ser usada na confecção de objetos leves, como fósforos, caixotaria, lápis, brinquedos, aeromodelismo, tamancos e saltos de calçados. Mas bom mesmo é a qualidade de seus frutos, alegria da fauna onde há sua ocorrência.

Quanto à sua área de projeção, ela é bem ampla, característica da costa leste do Brasil adentrando-se até Minas Gerais e Mato Grosso. Ocorre em áreas preservadas da floresta ombrófila densa em regiões montanhosas com altitude até 1.400m. Também produz anualmente grande quantidade de sementes, dispersadas na maioria das vezes por pássaros que consomem seus frutos e garantem a sua manutenção. Um quilograma de sementes contém aproximadamente 900 mil unidades.
Época de frutificação e florada
ela floresce mais de uma vez ao ano, com destaque para os meses entre outubro e janeiro. Já seus frutos amadurecem de julho a novembro.
Cultivo
O desenvolvimento das mudas e também das plantas no campo é bastante rápido.
Aves mais atraídas pela planta
Sanhaços, sabiás, saíras, tuins, tucanos, araçaris, periquitos, jandaias, arapongas, saís, anambés, sebinhos, tiês, trinca-ferros, Cotinga-azul, pipiras, pica-paus, dançarinos-de-cabeças-vermelhas, surucuás, papagaios, tico-ticos, cambaçicas entre outros…
Ocorrência natural
Ocorre no Brasil, Sul da Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo.2


3

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [380.13 KB]


1https://pt.wikipedia.org/wiki/Emba%C3%BAba_(%C3%A1rvore)
2https://www.wikiaves.com.br/wiki/flora:embauba-prateada
3http://nossacasa.net/nossosriachos/agroecologia/manual-de-identificacao-de-mudas-de-especies-florestais/

Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *