Movimento educador “Ecossocialismo e bem viver”


Movimento educador “Ecossocialismo e bem viver”

Fernanda Corrêa de Moraes
Vivian Battaini
Laura Vidotto Sacconi
Tomás Mauricio Almeida Carvalho
Suzani Maria Rodrigues da Paz
Marcos Sorrentino

O artigo, de Fernanda Corrêa de Moraes, Vivian Battaini, Laura Vidotto Sacconi, Tomás Mauricio Almeida Carvalho, Suzani Maria Rodrigues da Paz e Marcos Sorrentino, introduz o Movimento Educador Ecossocialismo e Bem Viver, fomentado pela Oca – Laboratório de Educação e Política Ambiental da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq), buscando revelar as estratégias alcançadas e os acúmulos de dois anos de caminhada da iniciativa.

Avaliação da sustentabilidade

AVALIAÇÃO DA SUSTENTABILIDADE DE UNIDADES DE PRODUÇÃO AGROECOLÓGICAS: UM ESTUDO COMPARATIVO DOS MÉTODOS IDEA E MESMIS

GESINALDO DE ATAÍDE CÂNDIDO
MARIANA MOURA NÓBREGA
MARILIA TAYNAH MARTINS DE FIGUEIREDO
MÔNICA MARIA SOUTO MAIOR

A atividade agrícola surgiu há cerca de dez a doze mil anos e, desde então, técnicas de cultivo e criação vêm sendo desenvolvidas com o intuito de atender à crescente demanda humana por alimentos, fibras e combustíveis. No entanto, o modelo de produção agrícola que se disseminou a partir da segunda metade do século XX tem provocado diversos impactos socioambientais deletérios, tais como erosão, contaminação do solo e da água, redução da biodiversidade, empobrecimento e expulsão de populações rurais, além de estar associado ao aumento da incidência de diversas doenças crônicas, demonstrando a necessidade de se buscar uma agricultura mais sustentável.

Ambiente & Sociedade n São Paulo v. XVIII, n. 3 n p. 99-120 n jul.-set. 2015

Agrofloresta e reserva legal

SISTEMAS AGROFLORESTAIS COMO ALTERNATIVA PARA AS RESERVAS LEGAIS
Agroecological analysis of two modern paradigms

TATIANA PARREIRAS MARTINS e
VICTOR EDUARDO LIMA RANIERI

O debate a respeito das mudanças na Legislação Ambiental Brasileira, em especial no Código Florestal, despertou a atenção de muitos setores da sociedade para o modelo de produção agropecuária adotado no país e para as responsabilidades dos proprietários rurais em relação à conservação e à recuperação das florestas e das demais formas de vegetação nativa, dos solos e da água.

Ambiente & Sociedade n São Paulo v. XVII, n. 3 n p. 79-96 n jul.-set. 2014