Carvoeiro


Tachigali vulgaris


Nome popular: Carvoeiro
Nome científico: Tachigali vulgaris (ex-Sclerolobium paniculatum)
Exigência por fertilidade: baixa
Ciclo de vida: perene
Estrato: alto
Boa produtora de biomassa: sim
Alimento humano: não
Atração de fauna e polinizadores: sim
Forrageira: não
Potencial madeireiro: sim
Potencial Medicinal: não
Potencial de renda e mercado: sim
Ocorrência predominante/ bioma indicado: Cerrado


Tachigali vulgaris


O carvoeiro (Sclerolobium paniculatum) é uma árvore da família das Fabaceae, conhecida por diversos nomes comuns (taxi branco, ajusta contas, angá, arapaçu, cachamorra, cangalheiro, carvão de ferreiro, carvoeira, carvoeiro do cerrado, jacarandá canzil, mandinga, paáariúva, passuaré, pau pombo, taxi branco de terra firme, taxi branco do flanco, taxi pitomba, taxirana, taxirana do cerrado, taxizeiro branco, tinguizão velame, tinguizão veludo). Encontra-se distribuída em diversos estados do Brasil, em floresta semidecídua, amazônica (terra-firme) e cerrado.

A floração ocorre entre Dezembro e Abril e a frutificação entre Abril e Maio (no Pará, em Dezembro). As flores são lanceoladas, de cor amarelo-esverdeada, aromáticas, possuindo cinco pétalas e uma estrutura em cacho, reunindo-se em panículas terminais que podem chegar aos quarenta centímetros de comprimento. A frutificação resulta em sâmaras, com sementes de forma carnúncula, oblonga e alongada, superfície lisa e cor amarela-esverdeada.

A folha é composta, de estrutura imparipinada, com quatro a sete pares de folíolos.

A madeira de carvoeiro, de densidade 0,65, tem aplicação na construção e no fabrico de carvão vegetal. A árvore é usada em paisagismo e na arborização de espaços urbanos.1h


Familia: Caesalpinaceae
Nome Científico: Sclerolobium paniculatum Vogel
Nomes Comuns: Taxi branco, ajusta contas, angá, arapaçu, cachamorra, cangalheiro, carvão de ferreiro, carvoeira, carvoeiro, carvoeiro do cerrado, jacarandá canzil, mandinga, paáariúva, passuaré, pau pombo, taxi branco de terra firme, taxi branco do flanco, taxi pitomba, taxirana, taxirana do cerrado, taxizeiro branco, tinguizão velame, tinguizão veludo. PERU: ucsha cuiro; VENEZUELA: guanillo rojo
Crescimento: árvore
Grupo Ecológico: pioneira
Ocorrência: floresta estacional semidecídua , floresta amazônica (terra-firme) , cerrado.
Distribuição Geográfica: AC AM AP BA CE GO MA MG MS MT PA PI RJ RO RR SP TO
Dispersão: autocoria
Floração: DEZ JAN FEV MAR ABR
Frutificação: ABR MAI (DEZ no Pará)
Utilizada para: Construção, Carvão, Arborização Urbana e Paisagismo
Tipo de Copa: estreita
Densidade da Madeira: 0,65
Observações: Casca apresenta cicatrizes. Tronco reto, cilíndrico, fuste até 15m, com dominância apical bem definida. Casca espessura 10mm, a externa branca-acinzentada; a interna arroxeada com seiva da mesma cor. Alburno bege-amarelo-claro, pouco diferenciado do cerne (amarelo-claro-olivssceo) irregular. Madeira com baixa resistência natural ao apodrecimento.
Dados da Flor
Número de Pétalas: 5
Cor: amarelo-esverdeadas
Estrutura: cacho
Tipo: Inflorescencia
Sexual: cacho
Observações: Numerosas, aromáticas, reunidas em panículas terminais até 40cm de comprimento.
Dados da Folha
Estrutura: imparipinada
Tipo: Composta
Forma da Folha: lanceolada
Inserção: alterna
Consistência: coriácea
Observações: Folhas compostas de 4-7 pares de folíolos, com 7-13 x 6 cm, acuminados, com pecíolos curtos sem formigas (não é mirmecófaga). Árvore perenifólia, 8-20 m X 30-60 cm, podendo chegar a 30 m X 100 cm.
Dados do Fruto
Tipo do Fruto: sâmara
Estrutura: Seco
Deiscencia: não
Observações: Cripto sâmara, XXX-pedunculada, comprimida,
Dados das Sementes
Forma da Semente: carnúncula
Cor da Semente: marela-esverdeada
Tamanho: 1
Observações: Oblonga, alongada , superfície lisa brilhante2


Fontes::
1https://pt.wikipedia.org/wiki/Sclerolobium_paniculatum
2https://www.ipef.br/identificacao/nativas/detalhes.asp?codigo=65

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.