Espinheiro

Acacia glomerosa).


Nome popular: Espinheiro
Nome científico: Acacia glomerosa
Exigência por fertilidade: média
Ciclo de vida: perene
Estrato: médio
Boa produtora de biomassa: sim
Alimento humano: não
Atração de fauna e polinizadores: sim
Forrageira: não
Potencial madeireiro: sim
Potencial medicinal: Sim
Potencial de renda e mercado: não
Ocorrência predominante/ bioma indicado: Cerrado/Caatinga


Acacia Polyphylla


De acordo com o sistema de classificação baseado no The Angiosperm Phylogeny Group (APG) II (2003), a posição taxonômica de Acacia polyphylla obedece à seguinte hierarquia:
Divisão: Angiospermae
Clado: Eurosídeas I
Ordem: Fabales (em Cronquist (1981), é classificada em Rosales)
Família: Fabaceae (em Cronquist (1981), é classificada em Leguminosae)
Subfamília: Mimosaceae
Gênero: Acacia
Espécie: Acacia polyphylla DC.
Sinonímia botânica: Senegalia polyphylla (DC.) Britton & Rose)
Nomes Populares: no Acre, espinheiro-preto, espinheiro-vermelho e espinho-preto; no Amazonas, e na Bahia, espinheiro; em Goiás, minjoleiro; em Mato Grosso do Sul, monjoleiro; em Minas Gerais, angico-branco, arranha-gato, maricá e munjolo; no Paraná, gorocaia-com-espinho, monjoleiro e monjolo; no Rio de Janeiro, espera-um-pouco e monjolo-teta-de-porco; em Santa Catarina, monjoleira e monjolo-ferro; em São Paulo, angico-branco, angico-monjolo, cauvi-jacaré, espinheiro-preto, gorocaia, gorocalha, gorucaia, monjoleiro, monjoleiro-branco e paricá-branco e em Sergipe, acácia. Nos seguintes nomes, não foi encontrada a devida correspondência com as Unidades da Federação: acácia-monjolo; angiquinho; fava-de-espinho; juquiri-guaçu e paricarana-de-espinho.
Nomes no exterior: na Bolívia, cari cari; na Colômbia, baranoa; no Paraguai, jukeri guasu e no Peru, pashaco negro.
Etimologia: o nome genérico Acacia vem do grego akakia ou achachia (espinho), devido aos muitos espinhos no caule e nos ramos; o radical provém de ac (ponta) do celta; o epíteto específico polyphylla vem do grego polys (muito) e phyllon (folha); de muitas folhas (BURKART, 1979).1


Detalhe do ramo com flor e folhas da planta Espinheiro com céu azul ao fundo.
Foto realizada na Estação Ecológica de Aiuaba (ESEC).


Nome Científico: Acacia glomerosa Benth
Família: Mimosaceae
Nomes Populares: Braúna-mongo, Espinheiro-preto, Espinheiro, Mucitaiba-mongo
Áreas Geográficas: Bahia, Ceara, Pernambuco.
Usos: Apícola, Cera e Óleos essenciais
Ambiente: tipo de vegetação – Mata Atlântica
tipo zona climática – Agreste2


3


1http://www.agencia.cnptia.embrapa.br/gestor/especies_arboreas_brasileiras/arvore/CONT000fx8yuk9302wyiv80u5vcsvfqnqy5e.html
2http://www.cnip.org.br/bdpn/ficha.php?cookieBD=cnip7&taxon=3799
3


Print Friendly, PDF & Email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *